Viagem finalizada! 21 meses completados! De volta ao Brasil e a BH!

Riscos

Como todo bom engenheiro precisamos definir os riscos fatais (que literalmente podem “matar” sua viagem) de um projeto para que não se tenha surpresas, ou caso as tenha, saiba como tomar medidas para mitiga-las. Aqui vamos listar os riscos e descrever as ações para mitigá-los, ou não em alguns casos!!!.

  1. VistosAção: levantar todos os países que solicitam visto de entrada (tem vários sites com a lista já completa). A partir daí solicitar os vistos e caso não tenha algum terá que depender da embaixada em outros países. No nosso caso, o único país que ainda não conseguimos resolver ainda foi Taiwan e o plano A é tentar em Munique e o B em Hong Kong. Valor médio: R$300,00 por visto.
  2. Seguro saúde – Ação: levantar todos os seguros saúde que podem atender o mundo todo. Fizemos uma seleção e a escolha que parece ser mais apropriada foi a World Nomads com amplitude Worldwide e duração máxima de 1 ano. Após o primeiro ano teremos de renovar. Valor: US$ 1000,00 por ano.
  3. Remédios – Ação: consultar um médico e solicitar receita em inglês de todos os medicamentos que estará levando consigo. Como não costumamos utilizar muitos remédios fizemos um kit bem básico. Valor básico: R$250,00.
  4. Procuração – Ação: fazer uma procuração para alguém de sua confiança total para te representar no Brasil perante órgãos privados e públicos. Necessário fazer isso no cartório. Valor: R$130,00.
  5. HospedagensAção: reservar hospedagens quando estiver chegando num país, mesmo que por um dia, pois uma falha boba dessas pode acabar com sua viagem!!!
  6. Passagem de saída: – Ação: ter sempre em mãos a passagem de saída do país que estiver entrando (nem sempre pedem mas é bom ter).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Quer receber um e-mail com as novidades da nossa viagem?
Seja bem-vindo, {{name}}. Sair
×
Faça seu login
Não se preocupe. Nada será publicado sem sua permissão.
×